Adotar um hobby pode trazer um grande alívio para as tensões e preocupações diárias, ajudando pacientes com diversos tipos de transtornos psicológicos. Entretanto, é preciso considerar alguns detalhes antes de escolher qual será o seu novo hobby. Confira:

1 – Mesmo que você goste do seu trabalho, é importante que seu hobby não o envolva! É preciso se desconectar de tudo que lembre, ainda que indiretamente, uma obrigação.

2 – Ao realizar a escolha, é preciso pensar se você possui afinidade com ele. Não escolha um hobby que você não goste, pois se fizer isso, será apenas mais uma tarefa chata na sua agenda (e essa não é, nem de longe, a intenção!)

3 – Avalie seu quadro antes de escolher. Seu hobby deve te ajudar a lidar com o seu transtorno, então não faz sentido escolher algo que não possa te fornecer esse auxílio. Por exemplo: se você é um paciente que sofre de fobia social, escolher uma atividade solitária não é relevante para o quadro. Busque opiniões de médicos e psicólogos, se preciso.

Para pacientes que sofrem de ansiedade, o ideal é escolher hobbies que trazem diversão e concentração ao mesmo tempo. Algumas opções são: artesanato e trabalhos manuais, culinária, escrita (como um diário, por exemplo), esportes, instrumentos musicais, yoga e meditação.

E você, já tem um hobby?

0 comments

Responder